22/01/2021 às 19h21min - Atualizada em 22/01/2021 às 19h21min

Justiça afasta secretário de Pires do Rio que furou fila da vacina

Assis Silva Filho quebrou ordem de vacinação para beneficiar a própria esposa

Mais Goiás
Redes Sociais
 

O juiz José dos Reis Pinheiro Lemes determinou o imediato afastamento do secretário de Saúde de Pires do Rio, Assis Silva Filho, por 60 dias. A medida, motivada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), foi tomada após quebra da ordem da vacinação contra covid-19 no município para beneficiar a própria esposa, que não fazia parte do grupo prioritário.

Segundo o promotor Marcelo Borges Amaral somente profissionais da saúde, pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência, pessoas a partir de 18 anos com deficiência, moradores em residências inclusivas e a população indígena estariam recebendo a vacina, inicialmente. Contudo, o secretário incluiu a esposa no grupo prioritário.

Nas redes sociais, Assis justificou o ato nas redes sociais dizendo que o fez para “preservar a vida e a saúde da mulher da minha vida”. Para o Ministério Público, que pediu a liminar, o ato constitui supostamente crimes de abuso de autoridade e prevaricação.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp