11/02/2021 às 14h57min - Atualizada em 11/02/2021 às 16h10min

Entidades de saúde debatem sobre o aumento de ICMS em meio à pandemia

Evento online é promovido pela Anahp e contará com representantes da Rede Ímpar, Sindusfarma, ABIMO, UnitedHealth Group e HCor

SALA DA NOTÍCIA Amanda Santos
Em meio a uma pandemia sem precedentes, o governo do estado de São Paulo revogou a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), desde 1º de janeiro de 2021. Apenas as Santas Casas e hospitais públicos ficaram de fora da mudança, todos os demais atores como hospitais privados, filantrópicos, indústria de dispositivos médicos e farmacêuticos serão afetados. Bem como o restante do país, por meio do efeito cascata, já que grande parte dos fornecedores de saúde estão em São Paulo.
Apenas entre os membros da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), estima-se que o ICMS com alíquota de 18% aumentará os custos em cerca de R$ 1,3 bilhão. Para mostrar os efeitos da revogação para o setor de Saúde e, consequentemente, para o bolso dos brasileiros, a Anahp realizará a primeira edição do ano do Anahp AO VIVO, dia 11 de fevereiro, às 18h, com o tema “Aumento de ICMS na saúde em SP impacta todo o Brasil”. As inscrições para acompanhar o debate são gratuitas e devem ser feitas pelo link: https://conteudo.anahp.com.br/anahp-ao-vivo. As vagas são limitadas.
O evento online contará com a participação de Henrique Neves, vice-presidente do Conselho Administrativo da Anahp e diretor geral do Hospital Israelita Albert Einstein; Fábio Cunha, diretor Jurídico e Compliance da Rede Ímpar; Nelson Mussolini, presidente-executivo do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma); Paulo Henrique Fraccaro, superintendente da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratório (ABIMO) e Renato Cazarotti, vice-presidente de Relações Institucionais da UnitedHealth Group; e a moderação de Fernando Torelly, CEO do Hospital do Coração – HCor.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp