24/03/2021 às 02h52min - Atualizada em 24/03/2021 às 11h50min

Alimentação de qualidade alavanca o processo de confinamento bovino

Método pode ser usado por pequenos produtores que buscam diversificar sua renda

SALA DA NOTÍCIA Rafaela Foggiato
O sistema de confinamento é uma solução para os produtores que querem maior ganho de peso dos gados em menor espaço de tempo, quando comparado aos bovinos em sistema de pastejo. O método também oferece outras vantagens, como a melhoria e padronização do acabamento da carcaça.

“Geralmente o período de confinamento ocorre nas estações mais secas. Se o produtor investir em infraestrutura, possibilitando um ambiente com baixa umidade e garantir alimentação com alta quantidade e qualidade para todo o período, o processo pode acontecer em qualquer época do ano”, explica Lidiane Maciel, zootecnista da Quimtia, empresa especializada em nutrição animal.

A estratégia possibilita que pequenos produtores – que dispõe de pouca área de terra –possam criar animais e obter bons ganhos financeiros: o terreno que seria destinado ao pasto pode ser disponibilizado em parte para o confinamento. O restante pode ser usado para o plantio de grãos que farão parte da alimentação dos animais ou ainda poderá ser destinado para a diversificação da renda.

Com base no atual preço da arroba, é possível estimar o lucro que o produtor terá dentro de um curto período, por animal ou lote. Existem medidas que podem ser adotadas durante o confinamento capazes de ampliar ainda mais essa margem de lucro, além de melhorar a qualidade da carne que chega à mesa do consumidor.

Cuidados com a alimentação

Garantir que a alimentação seja específica para cada fase da vida do gado é primordial para que os animais respondam fisiologicamente. A dieta ofertada deve atender as exigências dos bois, o ganho médio de peso esperado e o período de confinamento. O balanceamento de macrominerais, microminerais e vitaminas, também auxiliam no resultado final, por isso são indispensáveis na dieta, sendo assim, encontrados no concentrado ofertado e via suplementação a cocho.

A zootecnista destaca a importância de um profissional qualificado para auxiliar na escolha dos alimentos. “É importante que todo o processo de seleção da alimentação seja orientado por um nutricionista especializado. Ele deve analisar a disponibilidade de matérias-primas e, assim, ajustar a dieta conforme os nutrientes disponíveis, a expectativa de ganho de peso diário, o padrão racial e sexual e a duração do confinamento”, salienta.

Para oferecer aos pecuaristas soluções que garantam nutrição de qualidade aos bois, a Quimtia conta com núcleos altamente nutritivos como Nuvibovinos Confinamento EZ 4%, Nuvibovinos Corte M, além de sal mineral pronto para uso, como o Nuvisal 40. Esse último é elaborado com a mistura do sal comum com minerais como cálcio, fósforo e zinco e outros suplementações, que auxiliam no ganho de peso do gado.

Quimtia Brasil
A Quimtia Brasil é especializada na produção de insumos direcionados para o setor de nutrição animal. Com mais de 40 anos de atuação, a empresa possui um amplo portfólio de produtos, serviços e conhecimentos em diversos mercados na América Latina (Brasil, Argentina, Peru e Colômbia) e na Ásia (China). Possui duas fábricas de produção: uma de premix e outra de rações para animais de laboratório, entre outros. Além de dois centros de distribuição com a mais completa infraestrutura logística. Para garantir a qualidade de seus produtos e satisfação dos clientes, conta com laboratório de análises bromatológicas junto ao processo de produção e oferece ainda uma gama de serviços adicionais: assistência técnica no campo, serviços de nutrição personalizada e análises de matérias primas, entre outros.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp