30/03/2021 às 09h56min - Atualizada em 30/03/2021 às 09h56min

Enem: veja se é possível conseguir uma vaga no curso que você deseja com a nota obtida no exame

Ferramenta do GLOBO reúne todas os cursos disponíveis no último Sisu, de 2020, com as suas notas de corte

O Globo
Editoria de Arte

RIO — Alunos que viram a nota do Enem, divulgada nesta segunda-feira pelo MEC, podem conferir se o resultado é suficiente para conseguir a vaga desejada na universidade. Ferramenta de O GLOBO reúne todas os cursos disponíveis no último Sisu, de 2020, com as suas notas de corte. Clique aqui para usar.

Com isso, os alunos precisam indicar o curso, o local e o tipo de vaga (cota ou ampla concorrência) para descobrir onde é possível ser aprovado com a sua nota. A ferramenta também permite comparar as notas das diversas universidades que oferecem o curso desejado.

Os dados foram consolidados pelo professor de matemática Frederico Torres, coordenador do Colégio Pódion e fundador do Mente Matemática, canal especializado no exame nacional.

Assim, os alunos conseguem projetar as escolhas do Sisu, que abre no dia 6 de abril, e é o momento em que eles usarão as notas do Enem para disputar uma vaga na universidade pública.

O último Enem entrou para a história com o maior índice de abstenção da história. Mais de 55% dos inscritos, acima de 3 milhões de estudantes, não fizeram as provas em meio à pandemia e pedidos de novo adiamento — o exame já havia passado de novembro de 2020 para janeiro desse ano. Na avaliação de Frederico Torres, isso pode afetar a nota de corte.

— Cursos mais concorridos, como Medicina, não devem sofrer impactos porque os alunos estão, às vezes, se preparando há anos e não acredito que a abstenção venha daí. Mas outros podem sim ter nota de cota menor — afirma.

Segundo o professor de Matemática, além das abstenções, o nível da prova de 2020 também deve pesar.

— O Enem utiliza a Teoria de Resposta ao Item (TRI) para o cálculo das notas, o que pode gerar diferenças nas notas para um mesmo nível de acertos. Um candidato com 36 acertos em 2018 teve uma nota média de 699 em Linguagens e Códigos. Já em 2019, para os mesmos 36 acertos, a nota média caiu 50 pontos, chegando a 649. Ou seja: uma queda nas notas de corte também podem ser reflexo de notas mais baixas pela TRI e, não necessariamente, reflexo da alta abstenção — diz.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp