31/03/2021 às 16h04min - Atualizada em 31/03/2021 às 16h04min

Fiscalizações nas cidades turísticas de Goiás serão intensificadas

540 profissionais foram escalados

A Redação
REPRODUÇÃO/TWITTER - ARQUIVO
 Uma força-tarefa com 540 profissionais das forças de segurança do Estado foi montada para atuar durante a Operação Semana Santa. A ação será realizada em todo o Estado de Goiás, mas com foco, principalmente, nas cidades turísticas e também na capital. São 400 policiais militares e 150 viaturas. Para esses destinos serão encaminhadas unidades especializadas da corporação, como o Batalhão de Eventos, Batalhão de Choque, Batalhão Rural, Comando de Operações de Dívidas e Batalhão Ambiental. O Corpo de Bombeiros destinará 140 servidores e 50 viaturas para atuação nas diversas localidades e ainda realizará desinfecção dos terminais de ônibus.
 
“Feriado é para isolamento. Vamos coibir baladas e aglomerações”, disse o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP), Rodney Miranda, durante videoconferência entre o governador Ronaldo Caiado e prefeitos para tratar do tema, nesta quarta-feira (31/03).  
 
A Operação Semana Santa inicia a partir das 16h desta quarta-feira e segue até domingo (04/04). “Na condição de ponto facultativo [na quinta-feira, 01/04], teremos também as forças do Estado para dar apoio aos prefeitos, principalmente os dos municípios turísticos”, afirmou Caiado.
 
As equipes vão atuar no controle social e no combate à violência, destacou o secretário Rodney Miranda. “Apoiaremos as ações das prefeituras e coibiremos as aglomerações. Estamos com o serviço de inteligência para nos anteciparmos”, explicou. 
 
Tanto os bombeiros quanto os policiais militares estarão presentes nas barreiras sanitárias instaladas pelos municípios. O objetivo é combater o avanço da pandemia de Covid-19 nos próximos dias.  Entre as forças de segurança “temos tido, nos últimos 20 dias, pelo menos uma baixa a cada 24 horas. É terrível, mas não recuaremos”, disse o titular da SSP. 
 
De acordo com o comandante-geral da Polícia Militar (PM-GO), coronel Renato Brum dos Santos, as 14 localidades com maior potencial turístico listados para ações prioritárias são Aruanã, Britânia, Itacaiú, cidade de Goiás, Buriti Alegre, distrito de Bandeirantes, Luiz Alves, Aragarças, Pirenópolis, Caldas Novas, Rio Quente, Alto Paraíso, São Simão e Minaçu. “Nos demais municípios, teremos, por meio do Governo do Estado, R$ 138 mil para que possamos colocar o serviço administrativo nas ruas para apoiar o policiamento”, acrescentou coronel Brum. 
 
Pesca
Com o tema “A Semana Santa chegou, mas a pandemia não acabou!”, o Corpo de Bombeiros já está com seu efetivo pronto. “Junto com a Polícia Militar, trabalharemos para evitar aglomerações e acampamentos”, frisou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos.  “Como a pesca está proibida, isso vai facilitar a atuação dos bombeiros”, pontuou.
 
Alinhados com a orientação do Governo de Goiás, prefeitos de diversas regiões do Estado participaram da videoconferência e garantiram a manutenção das medidas de restrição durante o feriado prolongado e os 14 dias de reabertura do comércio. 
 
Prefeito de Aruanã, Hermano de Carvalho parabenizou a atitude de proibição da pesca no Rio Araguaia e falou sobre as dificuldades que enfrentou no município após o carnaval. “Não desejo a nenhum dos colegas que passem o que passei nos últimos 25 dias em decorrência da ressaca do carnaval”, disse. “Aruanã e todos os municípios turísticos estão agradecidos por esse momento. Aguardamos um efetivo bem numeroso da Polícia Militar”, ressaltou. 
 
Já o prefeito de Abadiânia, José Diniz, declarou que fez um apelo nas rádios para que a população aproveite o feriado em casa. “Apesar do decreto liberar o funcionamento, as pessoas [devem] ter o cuidado e zelar por sua saúde e de sua família”, sustentou. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp