02/04/2021 às 20h47min - Atualizada em 02/04/2021 às 20h47min

Em março, Covid-19 matou quase um PM por dia em Goiás

Mais Goiás
Baixas provocadas pela covid-19 nas forças de segurança de Goiás em março

O mês de março terminou com um número assustador para a Polícia Militar de Goiás, que perdeu, em 31 dias, nada menos que 30 membros de diferentes patentes, todos mortos em decorrência de complicações provocadas pela Covid19. Chama a atenção o fato da pandemia não poupar nem mesmo policiais de pouca idade, vários que ainda estavam na ativa, e mantinham uma boa condição física.

A patente que mais teve perdas em março foi a de sargento, que registrou 13 óbitos. Além deles, morreram três soldados, três cabos, três subtenentes, dois tenentes, dois capitães, um major, e três coronéis. Das 30 vítimas fatais, nove ainda estavam na ativa, e 21 já eram da Reserva Remunerada (RR), nomenclatura que se dá aos aposentados da corporação.

Entre as várias histórias tristes, algumas chamam ainda mais a atenção, como a morte do coronel João Dias Milhomens Júnior, de 55 anos, que faleceu no dia 15. Dois dias antes, a esposa dele, Tereza de Mesquita Milhomens, também havia perdido a vida em decorrência da Covid-19. Apesar de já estar na Reserva Remunerada, o coronel mantinha uma vida bastante ativa, e, além de praticar regularmente diferentes tipos de esportes, como natação, e pedal, dava aulas como personal trainer.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp