27/06/2021 às 13h38min - Atualizada em 27/06/2021 às 13h38min

Homem é colocado em liberdade após exame de DNA apontar que ele não estuprou e matou menina em obra, em Catalão

Segundo a Polícia Civil de Goiás, investigações continuam para descobrir o responsável pelos crimes cometidos contra Iasmin Martins de Souza Silva, de 8 anos, em 2013.

G1GO
TV Anhanguera

Um homem que fora preso no Maranhão suspeito de estuprar e matar uma menina de 8 anos em Catalão foi solto após exame de DNA inocentá-lo. Segundo a Polícia Civil de Goiás, o então investigado não é o autor dos crimes que foram cometidos em 2013 contra Iasmin Martins de Souza Silva e as apurações do caso continuam.

O homem de 47 anos foi colocado em liberdade ainda na sexta-feira (25), nove dias após ser detido por cumprimento de mandado de prisão temporária na zona rural do município de Poção de Pedras, a 350 km de São Luís do Maranhão.

 

O então suspeito foi transferido para Goiás, onde passou pelo exame de DNA, que confrontou o material genético do preso com o do autor – e o resultado deu negativo.

Segundo a Polícia Civil, a investigação continua para esclarecer quem é o responsável por estupro e morte da menina Iasmin. A corporação pede ainda que a população ajude com denúncias anônimas por meio de número 197.


 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp