16/08/2021 às 21h34min - Atualizada em 16/08/2021 às 21h34min

Nova versão da variante Gamma da covid-19 é detectada em Goiás

Cepa tem maior velocidade de contaminação

A Redação
ARQUIVO/AGÊNCIA BRASÍLIA
Os pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) detectaram a nova variante do novo coronavírus, conhecida como ‘Gamma Plus’, derivada da variante Gamma encontrada em Manaus, em Goiás. Conforme a UFG, a cepa preocupa pela maior velocidade de infecção. A informaçaõ foi divulgada no início da tarde desta segunda-feira (16/8). 

O sequenciamento foi realizado em amostras de municípios do Estado, dentro de um projeto de mapeamento das variantes do Sars Cov-2. A ação é em parceria com a Pontifica Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e Instituto Federal de Goiás (IFG).

A coordenadora do projeto, Mariana Telles, destaca que a alteração genética dessa variante está em uma parte do vírus que responde pela velocidade com que ele entra nas células do corpo infectado. “Esta alteração também é encontrada na variante Delta (Índia) e preocupa porque pode significar uma maior capacidade de contágio” relata.

No primeiro conjunto de 62 amostras sequenciadas 54 eram do tipo Gamma, 1 Alpha (Reino Unido) e 7 da Gamma Plus (nova versão). No segundo conjunto de 61 amostras analisadas, 40 eram do tipo Gamma, 20 da Gamma Plus e 1 B.1.153.  As amostras vieram de diversas cidades de Goiás.

Sequenciamento
Conforme a UFG, o projeto de sequenciamento genético do Sars-Cov 2 vem sendo realizado desde julho de 2021 e possui financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e também do INCT de Ecologia e Evolução da UFG, que está fornecendo equipamentos, espaço físico e envolvendo pós-graduandos que atuam de forma voluntária para realizar esse sequenciamento.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp