16/10/2021 às 12h36min - Atualizada em 16/10/2021 às 12h36min

Naufrágio de embarcação no Mato Grosso do Sul causa a morte de cinco goianos

Ventania virou barco-hotel no Rio Paraguai

A Redação
ARQUIVO PESSOAL/THAMIRIS FURQUIM
A ventania que atingiu diferentes regiões do Mato Grosso do Sul na sexta-feira (15/10) virou uma embarcação no Rio Paraguai, em Corumbá (MS), na região do Pantanal. O barco-hotel afundou com 21 pessoas, nove moradores locais e 12 de Rio Verde (GO). O Corpo de Bombeiros do município sul-mato-grossense confirmou neste sábado (16/10) a morte de cinco goianos. O prefeito Paulo do Vale, de Rio Verde, decretou luto oficial de três dias na cidade.

De acordo com o Decreto Municipal número 2.884, de 16 de outubro de 2021, Geraldo Alves de Sousa, Olímpio Alves de Sousa, Fernando Rodrigues Leão, Feranndo Gomes de Oliveira e Tiago Souza Gomes faleceram no naufrágio da embarcação em Corumbá, no Mato Grosso do Sul. "Fica decretado luto oficial por três dias em virtude do falecimento" dos moradores de Rio Verde, escreve Paulo do Vale no documento assinado na manhã de hoje.

O prefeito destacou que Geraldo Alves de Sousa "participou com protagonismo de acontecimentos importantes da história de Rio Verde, contribuindo para o progresso da cidade e para o bem estar de sua gente, seja como membro da Loja Maçônica Estrela Rio-Verdense, seja como vereador e presidente do Sindicato Rural de Rio Verde".

"Considerando os inestimáveis trabalhos dedicados à comunidade rioverdense no decorrer de sua vida como cidadão, como filho, como pai, marido, avô aliado ao alto grau de amizade que o homenageado constituiu em sua vida com pessoas dos diversos segmentos da sociedade", enfatiza Paulo do Vale.

"Consternamento geral"
No decreto, o prefeito enfatiza que a morte dos cinco moradores da cidade geraram "o consternamento geral da comunidade rioverdense e o sentimento de solidariedade, dor e saudade que emergem pela perda dos falecidos". Ao falar sobre Olímpio Alves de Sousa, Fernando Rodrigues Leão, Fernando Gomes de Oliveira e Tiago Souza Gomes, o decreto os define como "ilustres cidadãos que, com seu trabalho pessoal, também contribuíram para o progresso da sociedade rioverdense".

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp