04/01/2022 às 12h31min - Atualizada em 04/01/2022 às 12h31min

Governo define prioridades na vacinação de crianças contra a Covid

Ministério da Saúde informa critérios para imunização, em audiência pública promovida na sede da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas)

Metrópoles
Rafaela Felicciano
O Ministério da Saúde detalhou, nesta terça-feira (4/1), como ocorrerá a vacinação de crianças de 5 a 11 anos de idade contra a Covid-19. As informações foram apresentadas em audiência pública na sede da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

De acordo com a secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite de Melo, a consulta pública realizada pelo governo entre os dias 23 de dezembro e 2 de janeiro sobre o tema colheu 99,3 mil respostas. A maioria dos participantes manifestou-se contra a exigência de receita médica para a vacinação de crianças.

 

O governo, no entanto, contrariou a opinião pública e decidiu exigir a prescrição médica e autorização de pais e/ou responsáveis para vacinar o público infantil. Segundo Rosana, as informações serão detalhadas em documento divulgado pelo Ministério da Saúde na quarta-feira (5/1).

A secretária, porém, adiantou que a vacinação terá a seguinte ordem de prioridade:

Veja a ordem de prioridade para vacinação de crianças contra a Covid-19:

  1. Crianças de 5 a 11 anos de idade com deficiência permanente ou comorbidade;
  2. Crianças que vivam em lares com pessoas de alto risco para evolução grave de Covid-19; e
  3. Crianças sem comorbidades, na seguinte ordem: 10 e 11 anos, 8 e 9 anos, 6 e 7 anos e, por fim, 5 anos.

“Em todos os casos, será exigida a prescrição médica e autorização dos pais ou responsáveis mediante assinatura de termo de consentimento. As vacinas devem ser aplicadas seguindo fielmente as recomendações da Anvisa”, explicou a secretária.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp