03/02/2022 às 18h11min - Atualizada em 03/02/2022 às 18h11min

UTIs e enfermarias pediátricas de Covid estão 100% ocupadas em Goiás

Rede estadual de saúde afirma que já estimava que o estado fosse enfrentar em fevereiro um pico de contaminações pela variante ômicron

Dia Online
Jucimar de Sousa

As UTIs e enfermarias pediátricas destinadas aos pacientes com Covid-19 estão 100% lotadas no estado de Goiás. A informação da Secretaria Estadual de Saúde (SES). De acordo com a Superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, a falta de leitos ocorre pois, como já era esperado, o estado  enfrenta e ainda enfrentará, durante todo o mês de fevereiro, um pico de contaminações pela variante ômicron.

Ao todo, rede estadual conta com 21 leitos de UTI e 30 leitos na enfermaria que são destinados às crianças em tratamento da Covid. Até às 15h45 desta quinta-feira (3) todos os leitos estavam indisponíveis.

Goiás já registrou mais de 90 casos confirmados de contaminação pela variante ômicron. Até o último dia 19 de janeiro, 92 casos já haviam sido detectados em todo o território goiano. Um óbito foi causado pela variante, em Aparecida de Goiânia, no final de dezembro de 2021.
 

UTIs e enfermarias de Covid para adultos

No que diz respeito a ocupação das UTIs e enfermarias de Covid destinadas aos, Goiás possui um total de 145 leitos disponíveis; são 35 leitos livres de UTI e 103 leitos livres nas enfermarias.

Até às 15h45 desta quinta (3), a ocupação de UTIs Covid destinadas a adultos estava em 82%. Já a taxa nas enfermarias é de 56%.

Um levantamento feito pela SES na última semana revelou que 82% dos adultos hospitalizados em UTIs de unidades de saúde do Estado, estão sem vacina ou só parcialmente vacinados. Não existe dados exatos com relação às mortes.

Mais leitos

A superintendente Flávia Amorim, no entanto, reforça que Goiás tem experiência de outras duas ondas graves por coronavírus. Segundo Flávia, os leitos desmobilizados anteriormente já estão sendo mobilizados à medida as demandas aumentam.

“Para se ter uma ideia, no dia 7 de janeiro, tínhamos 137 leitos de UTIs disponíveis. Esse número já está em 213. A taxa de ocupação vai subindo e nós vamos aumentando a disponibilização de novos leitos”, explicou.

Baixa procura: em duas semanas, Goiás vacinou 3,4% das crianças contra Covid

Baixa procura: em duas semanas, Goiás vacinou 3,4% das crianças contra Covid

                                                                     Baixa procura: em duas semanas, Goiás vacinou 3,4% das de Aparecida)

Casos e mortes e vacinação

Nesta quarta (4), Goiás bateu um novo recorde e registrou 13.522 casos de Covid-19 em 24h. O território goiano também reconheceu de 51 mortes pelas complicações da doença. De acordo com a rede estadual de saúde, os números não refletem necessariamente aos casos positivos do dia, mas sim aos registros e notificações dos municípios à SES.

Ao contrário do número casos de contaminções, Goiás segue com baixo indíce de vacinação infantil contra a Covid. Após quase duas semanas desde o início da vacinação contra covid-19 em crianças de 5 a 11 anos, o estado imunizou apenas 3,4% deste grupo. Em números absolutos, foram 25.142 crianças das aproximadamente 726 mil que vivem no Estado.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp