25/03/2022 às 18h11min - Atualizada em 25/03/2022 às 18h11min

Municípios goianos estão autorizados a dispensar uso de máscaras em ambientes fechados

Uso de máscara em supermercados, transporte público, shoppings, boates, aeroportos, rodoviárias, escolas e outros, não é mais obrigatório e sim recomendado.

Dia Online
Raquel Portugal/Fiocruz
 

Os municípios goianos estão autorizados a dispensar uso de máscaras em ambientes fechados. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (23) em reunião do Centro de Operações de Emergência (COE) em Saúde Pública de Goiás para Enfrentamento ao Coronavírus.

Conforme as novas determinações, o uso de máscara em supermercados, transporte público, shoppings, boates, aeroportos, rodoviárias, escolas e outros, não é mais obrigatório e sim recomendado.

Apesar da liberação, o uso em ambientes abertos e fechados continua sendo recomendado especialmente para grupos de risco, ou seja, aqueles que são mais vulneráveis à contaminação. Além disso, também é recomendado continuar usando o equipamento de proteção individual em locais abertos ou fechados com aglomeração.

Com a liberação por parte do Estado, cada município deve decidir como será feita a desobrigação em cada localidade. Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado a Saúde, Flúvia Amorim, espera-se que a população tenha consciência de usar a máscara quando necessário.

 

Liberação do uso da máscara em municípios goianos leva em consideração o cenário da pandemia

A decisão leva em consideração as recomendações da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), além dos números da pandemia nos municípios de Goiás. Um dos fatores observados foi a queda no número de contaminações, internações e óbitos após o período de Carnaval.

Dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-GO) desta quarta-feira (23) apontam que Goiás já registrou 1.261.867 casos de Covid-19. Destes, 199 mil foram registrados em janeiro, 78 mil em fevereiro e 13 mil em março.

Em relação as mortes, são 26.182 registradas desde o início da pandemia, sendo que 673 foram em janeiro deste ano, 505 em fevereiro e 145 neste mês, registrando queda significativa.

As taxas de ocupações de leitos de UTI Covid-19 também apresentaram queda neste mês. Em dezembro do ano passado, o ocupação estava em 35,35%, mas subiu para 76,82% em janeiro e 78% em fevereiro. Entretanto, neste mês a taxa se mantém em 50%, o que contribuiu para a decisão.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp