25/04/2022 às 17h15min - Atualizada em 25/04/2022 às 17h15min

Cerca de 50 turistas apresentam intoxicação alimentar, em resort de Rio Quente

Dentre os sintomas apresentados pelos turistas estão vômito, diarréia, febre e dor de cabeça.

Dia Online
Reprodução Dia Online

Cerca de 50 turistas precisaram de atendimento médico ambulatorial após passarem por uma suposta intoxicação alimentar em um resort de luxo. O caso aconteceu neste fim de semana, na cidade de Rio Quente, próximo a Caldas Novas, na região Sul do Estado de Goiás. A previsão é que o estabelecimento e a Prefeitura Municipal investiguem o que possa ter acontecido. Dentre os sintomas apresentados pelos turistas estão vômito, diarréia, febre e dor de cabeça.

De acordo com informações repassadas pelos visitantes, algumas pessoas começaram a passar mal após se alimentarem em um dos restaurantes da rede de hotéis e precisaram ser encaminhadas para o ambulatório do resort. Além dos 50 turistas que foram parar na emergência, acredita-se que outros possam ter sentido algum mal-estar durante a estadia.

O que diz o Rio Quente Resorts e a Prefeitura Municipal sobre o caso

Através de uma nota divulgada, o Rio Quente Resorts se pronunciou dizendo que recebe, diariamente, cerca de 20 a 30 pessoas com algum tipo de indisposição que podem ter sido geradas a partir da alimentação, grande exposição ao sol, bebidas alcoólicas e/ou desidratação. Ainda de acordo com o informado, o número de visitantes que procuraram o ambulatório, no sábado (23/4), foi um pouco maior, onde estas pessoas foram acompanhadas de perto pela equipe de nutricionistas e não houve nenhum caso grave.
 

Dentre as ações tomadas pelo Rio Quente Resorts está o envio de amostras dos alimentos produzidos no restaurante para que uma análise e averiguação mais detalhada possa ser feita. A nota ressalta ainda que um levantamento está sendo feito para apurar se os hospedes se alimentaram fora do complexo hoteleiro, tendo em vista que a Esplanada do Rio Quente abriga diversas feiras e restaurantes

A Prefeitura de Rio Quente também se pronunciou através de nota e disse que não houve procura no Hospital Municipal pata este tipo de atendimento. Outra informação divulgada pela administração municipal é que, a cerca de 60 dias, a cozinha central do complexo passou por uma inspeção sanitária, através de uma averiguação minuciosa, com acesso, inclusive, aos resultados dos exames feitos periodicamente por amostras de refeições. Todos os testes apontaram resultados negativos para possíveis irregularidades.

Na manhã de hoje (25) a prefeitura municipal soltou uma nova nota informando que esteve no rede de hotéis para participar de uma reunião com a diretoria do estabelecimento, onde foram solicitados exames laboratoriais realizados nos alimentos coletados, além de ter sido feita uma nova vistoria nas cozinhas do local, não sendo encontradas nenhum tipo de irregularidade. A gestão municipal informou também que vai analisar os relatórios médicos dos pacientes.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp