16/05/2022 às 16h50min - Atualizada em 16/05/2022 às 16h50min

Operação Avidus, preso investigado pelo furto de gado Tabapuã

Operação foi deflagrada nos municípios de Goiandira, Ipameri e Catalão

PCGO
PCGO
AVISO DE PAUTA #1 - 16/06


A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), deflagrou, entre os dias 12 e 14 de maio, nos municípios de Goiandira, Ipameri e Catalão, a Operação Avidus. O trabalho policial leva esse nome em razão da motivação dos investigados: ganância para ter dinheiro fácil.

Em setembro do ano passado, um produtor rural foi vítima de furto de 39 cabeças de gado da raça Tabapuã, avaliadas hoje em mais de R$ 200.000,00.

De posse dos registros, os investigadores da DERCR iniciaram inúmeras diligências investigativas, identificando que o filho do vaqueiro da propriedade, W.B.D.O, teria furtado o gado, que fora encomendado por um homem de Ipameri, o qual comparecia ao local na companhia de um freteiro.

Para a consecução do delito, W.O procurava saber o dia em que a propriedade estaria desvigiada, ali chegava por volta de 19h, fechava entre duas e seis cabeças de gado Tabapuã, e aguardava a chegada do veículo do comprador e do freteiro, que ali chegavam por volta de 20h, para auxiliar a embarcar os animais. Mesmo com o embarcador em reforma, os três envolvidos conseguiram calçar o local com pedaços de madeira, para fazer o gado passar por ali. O delito fora praticado por mais de quatro semanas.

Para cada cabeça de gado que fechasse e fosse embarcada, W. recebia a quantia de R$900,00, dinheiro que fora todo gasto em prostíbulos, festas, viagens, rodeios e entorpecentes, conforme apurado na investigação.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp