29/05/2022 às 10h22min - Atualizada em 29/05/2022 às 10h22min

Goiás tem três casos suspeitos de hepatite aguda de origem desconhecida

Ministério da Saúde monitora situação do País

A Redação
ACÁCIO PINHEIRO/AGÊNCIA BRASÍLIA
 
Subiu para três o número de casos suspeitos de hepatite aguda, cuja origem ainda é desconhecida, em Goiás. A Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) informou, neste sábado (28/5), que monitora as ocorrências, registradas em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Mineiros. 
 
Desde 5 de abril, a Organização Mundial da Saúde (OMS) tem verificado aumento repentino de casos de hepatite desconhecida em crianças previamente saudáveis. Já há registros em mais de 30 países. No Brasil, um informe do Ministério da Saúde, divulgado na sexta-feira (27), indica que há 92 notificações, sendo 76 em fase de investigação, em 17 Estados. Já são seis mortes no País. 

Segundo relatos, a maior parte dos pacientes apresentou sintomas como dor abdominal, diarreia e vômito, além de aumento dos níveis de enzimas hepáticas.  
 
Sobre os casos notificados em Goiás, a secretaria informou que o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) "tem participado de reuniões da Sala de Situação instalada, em 14 de maio, pelo Ministério da Saúde, para monitorar e acompanhar os casos de hepatite aguda de causa a esclarecer". 
 
"Essas reuniões são definidas pelo Ministério da Saúde, com participação de representantes de Cievs de cada estado brasileiro", continuou a nota enviada à reportagem. Esses encontros têm como objetivo "apoiar a investigação de casos da doença notificados em todo Brasil, bem como o levantamento de evidências para identificar possíveis causas". 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp