31/08/2022 às 14h17min - Atualizada em 31/08/2022 às 14h17min

Instituto de defesa do consumidor quer que planos cubram exame de varíola dos macacos

Idec enviou um ofício à ANS

Mais Goiás
Reprodução

Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) enviou um ofício à ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) pedindo que o órgão inclua testes de varíola dos macacos, além do tratamento da doença, no rol de procedimentos dos planos de saúde.

Idec relembra o período de Covid-19 e aponta que “em um novo contexto de emergência em saúde pública é imperioso e vital que o acesso a serviços de saúde ocorra da maneira mais ampla possível”.

 

 

O documento ainda afirma: “Meses após o primeiro diagnóstico e a disseminação da doença, informações compartilhadas por canais de comunicação indicam que as operadoras de planos de saúde têm recusado o custeio dos exames”.
 

Chamada de Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, a lista especifica consultas, exames, terapias e cirurgias que constituem a cobertura obrigatória dos planos de saúde regulamentados. Todos os os itens devem ser garantidos pelas operadoras, sob pena de multa ou suspensão da comercialização dos planos.

 

 

E no grupo Hermes Pardini, rede de laboratórios privados com atuação nacional, os resultados positivos para teste de varíola dos macacos realizados atingiram a marca de 21,4% na última semana, do dia 21 a 27 de agosto. Todos os exames foram feitos sem convênio.

Houve ainda aumento de 30% na procura pelo exame em comparação com a semana anterior, entre os dias 14 e 20, quando a positividade era de 20%.
Ainda segundo levantamento do grupo, as regiões Sul e Centro-Oeste tiveram crescimento na quantidade de pacientes infectados, ante uma queda na região Sudeste. Em relação ao perfil dos infectados, 70% do público é masculino e 50% estão na faixa etária entre 25 e 39 anos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp