Catalão Online Notícias Publicidade 1200x300
18/10/2022 às 19h32min - Atualizada em 18/10/2022 às 19h32min

Sistema penitenciário goiano inscreve mais de 2,5 mil custodiados nas provas do Encceja 2022

Avaliações acontecem em mais de 60 unidades prisionais no Estado; exame avalia os níveis Fundamental e Médio

DGAP
Custodiados da DGAP fazem prova do Encceja no primeiro dia do exame nas unidades prisionais do Estado
Mais de 60 unidades prisionais de todo o Estado promovem, nesta terça (18) e quarta-feira (19), as avaliações do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) entre os detentos. A edição de 2022 conta com 2.598 custodiados inscritos, o maior número em comparação com os anos anteriores em Goiás – crescimento de 72% em relação a 2020, último ano do exame.
 
Aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Encceja é feito de forma voluntária, conforme o interesse do detento. Os estabelecimentos penitenciários que contam com escolas e salas de aula aplicam as avaliações nesses locais; nas unidades onde não há essa estrutura, um espaço é organizado pela direção do presídio. 
 
Antes da realização da prova, nove unidades prisionais realizaram a Maratona Encceja, uma espécie de preparação com aulas gravadas e atividades que atendeu 531 presos.
 
“O Encceja é uma importante ferramenta de educação no sistema prisional, pois contribui para a elevação do grau de escolaridade dos apenados e contribui para que eles tenham melhores condições de reinserção na sociedade”, afirma o diretor-geral de Administração Penitenciária, Josimar Pires.
 
Gerente de Educação, Módulo de Respeito e Patronato da DGAP, Michelle Cabral lembra que o Encceja é destinado a pessoas que não concluíram os níveis Fundamental e Médio na idade esperada. “A avaliação torna possível que esses indivíduos recebam a certificação desses níveis e, assim, deem continuidade aos estudos para os níveis seguintes”, explica.
 
Enem
Além do Encceja, os custodiados em Goiás também terão a oportunidade de realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL), nos dias 10 e 11 de janeiro de 2023. As inscrições para o Enem já estão em andamento pelas unidades prisionais e se encerram na próxima sexta-feira (21). 
 
“A aplicação das provas, bem como as atividades de leitura e produção textual desenvolvidas nas unidades prisionais do Estado fazem parte da política de reintegração social com base no estudo”, finaliza Michelle Cabral.
 
Inscrições no Encceja
 
Ano Inscritos Crescimento 
2017 541 -
2018 638 17%
2019 923 44%
2020 1.506 63%
2021 não teve -
2022 2.598 72%

Link
Comentários »
Catalão Online Notícias Publicidade 1200x300
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp