Catalão Online Notícias Publicidade 1200x300
13/02/2023 às 19h36min - Atualizada em 13/02/2023 às 19h36min

Salva-vidas de parque aquático de Rio Quente é detido suspeito de importunar menina de 11 anos

Funcionário abordou a menina enquanto ela aguardava para descer em um escorregador, pedindo redes sociais e número de telefone

Larissa Feitosa
Mais Goiás

Catalão Online Notícias Publicidade 790x90

Reprodução - PM
 

A Polícia Militar (PM) deteve um salva-vidas suspeito de importunar sexualmente uma menina de apenas 11 anos neste final de semana, no parque aquático Hot Park, em Rio Quente. O pai da criança contou aos PMs que o funcionário abordou a menina enquanto ela aguardava para descer em um escorregador, pedindo redes sociais e número de telefone. A menina mentiu as informações e relatou o caso com preocupação aos pais. O salva-vidas, de 18 anos, foi levado para a delegacia, negou ter falado com a criança e foi liberado. Apesar disso, o caso continuará sendo investigado pela Polícia Civil.

O pai da criança narra que a filha estava em um escorregador, quando foi abordada pelo salva-vidas a primeira vez. O funcionário perguntou como a menina se chamava e de que cidade havia vindo. Desconfiada, a vítima mentiu as informações e, em seguida, relatou ao pai que havia se sentido incomodada com a aproximação do jovem. O pai da criança pediu a ela que mantivesse distância do funcionário e que continuasse relatando a ele caso aquilo voltasse a acontecesser.

Horas depois, quando a menina aguardava novamente descer no mesmo escorregador, o salva-vidas a abordou pela segunda vez. Dessa vez sendo mais inscisivo em sua abordagem, o jovem demonstrou interesse na criança e pediu que ela lhe passasse suas redes sociais e contato de telefone, pois ele iria procurá-la. A garota novamente mentiu as informações e, imediatamente, procurou a família.

NOTA DA ASSESSORIA DE IMPRENSA DO HOT PARK

Sobre o caso em questão, o parque prontamente afastou o salva-vidas para que a investigação e apuração sejam feitas pelos órgãos responsáveis. O profissional estava há 2 meses no quadro de funcionários e tinha as qualificações necessárias para atuar na função. Todos os colaboradores são treinados e orientados sobre os cuidados necessários e modo de atuação junto aos clientes. Reforçamos que a situação não condiz com os valores que a empresa coloca em prática há mais de 25 anos. Repudiamos veementemente qualquer atitude que vá contra estes valores. A segurança, tranquilidade e bem-estar de nossos clientes são nossas prioridades. Estamos acompanhando de perto o andamento do caso e dando todo o suporte necessário.


Link
Tags »
Comentários »
Catalão Online Notícias Publicidade 1200x300
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp