Catalão Online Notícias Publicidade 1200x300
03/07/2023 às 09h48min - Atualizada em 03/07/2023 às 09h48min

Vigilância Sanitária de Goiás proíbe venda e uso de dois produtos estéticos

Produtos teriam gerado complicações em ao menos quatro mulheres que fizeram procedimentos estéticos.

Catalão Online Notícias Publicidade 790x90

PC

A Vigilância Sanitária de Goiás proibiu a venda e uso de dois produtos estéticos da empresa CosmoBeauty. A interdição cautelar foi determinada após complicações em ao menos quatro mulheres que realizaram procedimentos estéticos.

A determinação foi publicada no Diário Oficial do Estado de sexta-feira (30) e assinada pela superintendente de Vigilância em Saúde (Suvisa) da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Flúvia Amorim.

Segundo a SES-GO, fica proibida a distribuição, comercialização e uso de todos os lotes dos produtos: InduMAX Fluído Coloidal Dermo Ultraconcentrado Tonificante – UP Glúteos, e InduMAX Fluido Dermo Bioestimulador e Preenchedor Filler-CA Harmony.

A gerente de Vigilância Sanitária da SES-GO, Eliane Rodrigues, explica que as empresas que já contam com estes produtos em seus estoques, precisam reter e guardar o produto durante a vigência da resolução.

“Tanto as clínicas de estética como os distribuidores são inspecionados pelas Vigilâncias Municipais, estamos orientando quanto às medidas necessárias para a suspensão de uso, comercialização e distribuição destes produtos”, reforça.

Segundo a gerente, o produto tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para aplicação de uso tópico. No entanto, as recomendações e divulgações do modo de uso estão sendo feitas para uso intradérmico.
Mulher vai parar na UTI após uso de produtos estéticos, em Goiânia

A Polícia Civil (PC) está investigando casos de mulheres que relataram ter problemas de saúde após o uso dos produtos estéticos.

Em um dos casos, uma mulher de 29 anos foi parar na UTI com embolia pulmonar e hemorragia no pulmão. Ela fez um procedimento estético no bumbum em uma clínica de Goiânia.

A mulher recebeu alta hospitalar na manhã deste domingo (1º) e, nas redes sociais, comemorou por estar ao lado do filho novamente: “Meu tudo”, escreveu.

Betânia Lima Guarda fez procedimento com uma esteticista em Goiânia

Betânia Lima Guarda fez procedimento com uma esteticista em Goiânia

Betânia Lima Guarda fez procedimento com uma esteticista em Goiânia. Foto: Arquivo pessoal

 

Informações apontam que o local onde o procedimento foi realizado não possui alvará de funcionamento e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), também não tem registro junto à prefeitura da capital.

Um dos produtos utilizados na mulher faz parte dos lotes interditados pela Vigilância Sanitária. Além disso, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), um dos produtos também não tem registro junto à agência.

Em comunicado, o laboratório responsável pelo produto disse que solicitou o recolhimento do lote para encaminhar para análise.


Link
Comentários »
Catalão Online Notícias Publicidade 1200x300
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp