13/11/2020 às 15h13min - Atualizada em 11/12/2020 às 22h27min

5 práticas para manter uma boa higiene bucal

SALA DA NOTÍCIA Dayane Goes

Manter uma boa saúde bucal é essencial para garantir o bom funcionamento de todo nosso organismo e proporcionar bem-estar.

Apesar de estarmos familiarizados desde a infância com o ato de escovar os dentes, existem alguns hábitos que podem auxiliar na hora de manter uma boa higiene bucal de forma prática. Neste artigo explicaremos alguns.

1. Realize a escolha apropriada dos seus equipamentos de higiene

Quando vamos a uma farmácia ou perfumaria, é muito comum nos preocuparmos com os elementos e a estrutura dos produtos que usamos no corpo. 

Escolhemos com atenção o sabonete, shampoo e condicionador, mas quando o assunto se trata da escova de dentes, muitas pessoas acreditam que não exista diferença entre elas. 

No mercado existe uma grande diversidade de produtos, no qual cada um deles pode oferecer qualidade e tratamento específico. 

Uma das maiores provas sobre essa situação é que as pessoas que fazem uso do aparelho ortodôntico ou aparelho transparente devem ter escovas específicas, pois necessitam de uma higienização diferente para os seus dentes e contenções.

Por isso, ao ir em uma farmácia ou perfumaria para escolher a sua escova de dentes, atente-se as especificações de cada uma delas, dando prioridade às cerdas macias e com limpadores de língua.

Desta maneira, você conseguirá garantir dentes mais saudáveis sem ferir o tecido de suas gengivas. 

2. Esteja atento aos sinais da gengiva

Um dos tecidos mais importantes de toda a saúde bucal é a gengiva, responsável por manter os dentes no lugar e protegê-los.

Assim, para identificar qualquer problema, é extremamente importante estar atento aos sinais que ela pode transmitir entre uma escovação e outra.

Às vezes, na correria cotidiana, é normal realizar uma escovação mais rápida e sem perceber, mais severa, que pode atingir e ferir o tecido da sua gengiva. 

É importante estar atento para que essa pequena ferida não se torne uma possível inflamação, gerando a famosa gengivite. 

A gengivite é uma inflamação que ocorre no tecido gerando vermelhidão, sangramento, ardência e mau hálito. 

Quando não tratada, ela pode evoluir para uma periodontite, o que pode acarretar na perda parcial ou total de alguns dentes. 

Isso acontece porque a periodontite faz com que os dentes fiquem moles pela perda do tecido gengival, o que os faz cair. 

Contudo, com a evolução da odontologia no caso da perda parcial dos dentes é possível recuperá-los através de um procedimento conhecido como restauração de dente. 

Então, se você sofre de periodontite ou conhece alguém que sofre desse problema, a orientação é que seja realizada uma consulta com um dentista e sejam feitas pesquisas voltadas a perguntas como restauração de dente quanto custa para solucionar o problema com eficácia.

3. Escove os dentes regularmente

Uma boa escovação, realizada com eficiência após cada alimentação, é a melhor estratégia para prevenção de bactérias e inflamações bucais. 

Assim, é extremamente importante que 30 minutos após todas as refeições seja realizada uma escovação completa com o auxílio do fio dental. 

A escovação deve ser efetuada em todos os dentes, com movimentos circulares.

Após a escovação, finalize com um enxaguante bucal de sua preferência e, no mínimo duas vezes ao ano, vá ao dentista para realizar as avaliações de rotina.

4. Não adie o uso do fio dental 

O fio dental é o único que consegue evitar o surgimento de tártaro nos dentes, isso porque esse item consegue atingir onde uma escova não consegue: nos espaços entre os dentes. 

Por esse motivo, o fio dental é uma etapa que não pode ser negligenciada, sendo necessária diariamente.

Para aqueles que já fizeram um procedimento de clareamento dental, o uso desse material se torna ainda mais importante para garantir que os resultados alcançados por esse tratamento não se percam.

5. Tenha uma alimentação saudável 

Ter uma alimentação balanceada é um dos pontos principais para garantir dentes mais bonitos, saudáveis e fortes.

Isso porque a maioria dos problemas odontológicos surgem através do desgaste do esmalte dos dentes que pode ocorrer durante os anos e o consumo de certas substâncias.

Afinal, existem alimentos que aceleram o desgaste natural dos dentes e é justamente esses alimentos que você deve evitar na sua dieta e alimentação diária. 

Alguns desses alimentos são: 

  • Chá e café: Possui uma grande quantidade de açúcar e altas quantidades de corante, o que pode deixar os dentes amarelos e propensos a terem cárie. 

Para aqueles que não conseguem desapegar de um bom cafezinho, optar pelo uso de adoçantes pode diminuir os estragos causados por essa bebida.

  • Doces e guloseimas: Desde crianças, nossos pais demonstram grande preocupação com o consumo excessivo de açúcar, que além de fazer mal ao organismo são os grandes vilões da saúde bucal. 

Por isso, evite o consumo excessivo de açúcares como balas, chicletes e pirulitos. Uma alternativa interessante é recorrer aos doces naturais ou que possuem uma quantidade moderada de açúcar. 

  • Alimentos em conservas: O grande problema dos produtos em conserva é que possuem uma grande quantidade de ácidos, que podem aumentar o desgaste dos dentes. Além disso, apresentam grandes quantidades de conservantes. 

O mais indicado é realizar o consumo de frutas ou legumes frescos para evitar o desgaste e fragilidade dos dentes e ter atenção aos demais alimentos e cuidados.

Já em cenários em que acontece a perda ou não é possível recuperar a dentição após os desgastes, a restauração de dente pode ser uma grande solução.

Do mesmo modo, em casos mais específicos um implante dentario pode ser essencial para recuperar a saúde bucal e a autoestima do paciente.

Afinal, o sorriso é o nosso cartão de visitas, justamente por isso é importante manter uma a saúde bucal em dia. 

Ter um sorriso bonito impacta diretamente em nossa autoestima, além de contribuir com a saúde do nosso organismo. Por isso, não meça esforços para garantir uma boa higienização bucal. 

Mantenha um bom contato com o seu dentista e realize no mínimo duas visitas por ano ao consultório odontológico, de modo a garantir que toda a sua estrutura bucal se encontra em perfeito estado. 

 

Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora da rede Clínica Ideal.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp