08/12/2020 às 18h31min - Atualizada em 13/12/2020 às 00h00min

Tecnologia por trás do conforto das fraldas

Por Gabriel Pelucio*

SALA DA NOTÍCIA BASF
http://www.basf.com.br/
O mercado de fraldas na América do Sul tem registrado crescimento há alguns anos. O brasileiro utiliza em média 10 bilhões de fraldas por ano e é o terceiro maior consumidor de fraldas descartáveis do mundo segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). O mercado de fraldas para incontinência adulta também está em desenvolvimento e já movimenta R$ 1 bilhão por ano, segundo a Nielsen. Atualmente, as fraldas infantis e adultas são verdadeiros produtos de alta tecnologia, cada vez mais confortáveis, finas, absorventes e seguras, garantindo que a pele permaneça seca e saudável.
Uma das principais tecnologias presentes nesses produtos de higiene são os polímeros superabsorventes (SAP), grânulos especiais que podem absorver e reter grandes quantidades de líquidos, como a urina. É o SAP que garante que o fluido seja bloqueado com segurança e que a pele e as roupas permaneçam secas e limpas. Quanto mais grânulos, mais finas e eficientes são as fraldas, mantendo os bebês secos por mais tempo, além de oferecer mais liberdade de movimentos. Devido à economia de material de polpa de celulose para confecção da fralda, o SAP ainda contribui para a sustentabilidade.
Desde 2015, a produção local de SAP acontece no Brasil pela BASF, garantindo o abastecimento no país e na região sul-americana. A empresa investe em Pesquisa e Desenvolvimento para assegurar que os grânulos ganhem cada vez mais eficiência e as propriedades necessárias, como a capacidade de absorver grandes quantidades de fluido e de forma rápida, a redução do risco de vazamentos ao absorver, distribuir e reter efetivamente a urina no núcleo da fralda, mesmo sob pressão – com o bebê deitado ou sentado, por exemplo. Durante o processo de produção do SAP são feitos alguns tratamentos na superfície do polímero base que definem essas características. O polímero produzido no Complexo Acrílico de Camaçari é balanceado, com equilíbrio entre a capacidade de reter o líquido e a de absorvê-lo, mesmo sob pressão. Desta forma, pode ser usado em uma maior gama de modelos e tipos de fraldas, atendendo à demanda da maior parte dos fabricantes na região.
*Gabriel Pelucio é engenheiro químico e consultor técnico de Higiene da BASF para América do Sul.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp