07/12/2020 às 18h05min - Atualizada em 14/12/2020 às 00h00min

Setor de audiovisual retoma suas atividades seguindo Protocolo de Segurança desenvolvido com planejamento e de acordo com o que preconiza a OMS

OnCare Saúde mantém parceria com empresas do setor, coloca em prática o protocolo que garante a segurança dos profissionais e já testou mais de 100 colaboradores

SALA DA NOTÍCIA Sandra Cunha
Dr. Ricardo Pacheco, médico e gestor em saúde


Setor de audiovisual retoma suas atividades seguindo Protocolo de Segurança desenvolvido com planejamento e de acordo com o que preconiza a OMS

OnCare Saúde mantém parceria com empresas do setor, coloca em prática o protocolo que garante a segurança dos profissionais e já testou mais de 100 colaboradores
        
         Desde que começou a volta às atividades de diversos setores, por conta do avanço dos estados e municípios nos planos de retomada da economia, protocolos de segurança se fizeram imprescindíveis para garantir a saúde das pessoas e evitar um retrocesso nessa abertura. No setor de audiovisual não foi diferente.
         A OnCare Saúde, empresa dedicada à promover a saúde integral e integrada, colocou toda a sua expertise da elaboração de um protocolo específico para as atividades do audiovisual, que além da produção de conteúdo é uma cadeia de valor que também engloba a distribuição em diversos meios, como a reprodução em salas de cinema e festivais, a exibição em canais de TV aberta ou por assinatura, e a venda e locação em mídias físicas, tais como DVD e Blu-Ray. As inovações tecnológicas recentes têm criado outras possibilidades de distribuição, como Video on Demand (VoD), oferecido por empresas de TV a cabo ou provedores independentes (como Netflix).
         Ricardo Pacheco, médico, gestor em saúde, presidente da ABRESST (Associação Brasileira de Empresas de Saúde e Segurança no Trabalho) e diretor da OnCare Saúde, ressalta a importância do setor para o PIB do País. “O Audiovisual é uma das atividades econômicas mais estruturadas da indústria criativa. Corresponde à movimentação de mais de R$ 20 bilhões por ano e 1,67 % do PIB. Gera empregos diretos e indiretos, e a cada R$ 1 investido gera um retorno de R$ 2,60 em tributos. O crescimento da atividade foi de 7% ao ano nos últimos seis anos e, com a pandemia, os trabalhos foram praticamente todos paralisados. Desenvolver um criterioso protocolo de segurança foi fundamental para garantir que esse setor, de tamanha importância para o País, retomasse suas atividades”.
         A OnCare firmou parceria com a Sindcine - Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual dos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e Distrito Federal, e com a APRO - Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, o que rendeu novas parcerias com empresas do setor, entre produtoras e salas de reprodução cinematográfica. São XXXXX profissionais acompanhados e mais de 25 mil testes já realizados para detectar o novo coronavírus. A grande maioria dos testados foram constatados como negativos. Os profissionais que testaram positivo foram encaminhados para um acompanhamento especial com as equipes médicas e de enfermagem.
         Para atender de forma eficiente e humanizada os trabalhadores do setor a OnCare Saúde não poupou esforços e mantém uma equipe de trabalho com mais de 70 pessoas focadas no mercado audiovisual.
         O médico e gestor em saúde lembra que o parceria facilita a realização de testes para a Covid-19 em equipes de filmagem e cria banco dados sobre o impacto do vírus no setor. “Além de outras ações preventivas, como a utilização de equipamentos de proteção por produtores, câmeras e demais funcionários, durante todo o processo. Os atores somente podem retirar suas máscaras no momento exato da gravação. As filmagens em locais públicos permanecem proibidas até o final da pandemia e só serão permitidas gravações por meio remoto, com deslocamento mínimo de equipe e equipamentos”, destaca o diretor da OnCare e presidente da ABRESST.
         Ricardo Pacheco ainda afirma que o home office deve ser adotado sempre que possível. “O que der para ser produzido remotamente, melhor. O protocolo ainda recomenda que os projetos sejam analisados criteriosamente, de forma a aumentar o cronograma para seguir os procedimentos de higienização e sanitização com frequência. Os roteiros também deverão ser adequados a essa nova realidade imposta pela pandemia, evitando o contato físico de atores. Além das marcações para assegurar o distanciamento das pessoas, ampla oferta de álcool em gel, água e sabão para lavagem frequente das mãos”, ressalta o médico.

Testar para controlar a transmissão do vírus
            A OnCare Saúde e seus parceiros contam com o suporte de Mendelics, laboratório brasileiro pioneiro em genética que realiza os testes de Covid-19.
            Especializada em Saúde e Segurança no Trabalho, a OnCare Saúde trabalha para formar um banco de dados (CRM-Médico), o que é de grande auxílio no cadastramento dos profissionais; coleta ainda as amostras para o exame e rotina dos sets de filmagem. A proposta é reunir as informações das empresas do setor para elaborar um planejamento específico e individual, considerando dados reais, como os casos diagnosticados com a Covid-19 e o acompanhamento de cada um deles. Dessa forma é possível ter um controle efetivo da transmissão, afastando os infectados, monitorando seus contatos e auxiliando na recuperação desses profissionais”, completa Ricardo Pacheco, diretor da OnCare Saúde.

 

Medidas de Segurança no audiovisual

         Além do monitoramento biológico, o Protocolo de Segurança da OnCare Saúde preconiza a limitação do trânsito entre as áreas de segurança, bem como a troca das máscaras de cada membro da equipe duas vezes ao dia. A máscara só poderá ser retirada no momento exato da filmagem e deve ser recolocada na sequência. As refeições devem se dar em pratos individuais e em refeitório silencioso.

         Graças a esses cuidados fora detectado apenas um caso de infecção dentro do set, um número irrisório se comparado aos mais de 25 mil testes aplicados.

 

Sobre a OnCare Saúde

A OnCare Saúde é uma plataforma de solução integrada de saúde, que oferece assessoria e consultoria, para empresas e para população em geral. Dentro dessa plataforma, de gerenciamento macro, está a assistência médica que também garante a assistência integral social e à saúde dos beneficiários e seus dependentes, com ações de promoção, proteção, recuperação e reabilitação, de forma a contribuir para o aprimoramento do sistema social e de saúde do Brasil.

Nesse momento de pandemia a OnCare Saúde tem adotado todas as medidas sanitárias recomendadas pelas autoridades em saúde, no Brasil e no mundo. Dessa forma, os atendimentos presenciais continuarão acontecendo por ordem de chegada, como ocorre normalmente. É exigido o uso de máscaras e ofertado álcool em gel para todo usuário que tenha que se deslocar até uma unidade.

A OnCare Saúde ainda adverte que os serviços digitais são amplos e estão disponíveis 24 horas por dia; e que o paciente só se dirija a uma unidade se realmente imprescindível.


 



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp